23 de fevereiro de 2015

> O NADA FANTÁSTICO MUNDO DE LUANNA FRAN #01





Fala Aê galera ligada no "O infinito nas mãos"!
Me chamo Luanna Fran e vim trazer um pouco do Meu Maravilhoso
 e doido Mundo para vocês queridos terráqueos.Vou postar coisas do meu
 cotidiano que não são nada normais assim como eu, hehehe...
Pra começa vou contar a história em que meu RioCard  parou no meio dos peitos
peludos e suados do Capeta.



Tudo começou a um tempo atrás na ilha do sol.......mentira!  Me desculpem me lembrei desta música...
Voltando ao raciocínio!
Numa linda manhã de segunda feira quando meu professor de história, que era conhecido como João
Fedorento (No Próximo Post falamos sobre esse indivíduo.)
Esse professor pediu para gente fazer um resume de um livro e que teria que ser entregue dentro de 3 dias.
Uma obs: Só existia 2 exemplares na biblioteca para a turma toda.


Quando acabou a aula e bateu o sinal, foi olho por olho e dente por dente. Todos saíram correndo
 em direção a biblioteca! Eu corri mais que o Isain Bolt! Pulei duas carteiras, esbarrei no menino
mas gatinho da escola, derrapei  no corredor e atropelei dois veados... mas em compensação fui a primeira a chegar na biblioteca

Só que tinha um porém, a tia da Biblioteca era um saco. Ela era uma mistura de Carminha, Paola Bracho e o Loki de tao ruim que ela era.
Você não podia dar um pio na biblioteca que ela acabava com sua raça na frente de todo mundo.


Até que criei coragem cheguei perto da criatura e perguntei se podia tirar xerox do livro que o professor mandou e ela respondeu grosseiramente:

- Pode sim,queridinha!Mas pra você levar o livro vai ter que deixar alguma coisa em troca.

Logo pensei que fosse minha Alma,mas ela completou:

- Ta com seu Rio Card aí? Você leva o livro tira xerox depois traz aqui que eu te devolvo o  RioCard.


Fiquei meio receiosa em deixar meu RioCard na mao da Genuína, digo digo... Da tiazona lá, mas deixei de boa e fui tirar a xerox.



Quando voltei, ela estava fazendo fofoca da inspetora da escola para a merendeira. Cheguei perto e disse:
- Ta aqui o Livro que você me emprestou!


Ela nem sequer olhou na minha cara. Pegou o livro da minha mão, jogou em cima da mesa e continuou a fofocar.
Daí fiquei parada na frente da mesa dela com cara de caneca esperando ela me devolver o cartão...
Ela parou de falar, me metralhou com olhos dos pés a cabeça e disse:

-Que se quer agora,Garota?

Engoli seco com medo dela me transformar numa perereca suicida e respondi:

-Meu RioCard que deixei com você!



VÉÉÉÉÉÉIIIOOOOO! De repente o Sol se escondeu, a terra escureceu, os animais correram
 e a tia da Biblioteca tirou meu RioCard no meio dos peitos suados e peludos dela, cara!
Aaarrggttt!!! Que nojo, corri pra casa e lavei meu RioCard com álcool Gel!!!
Até hoje pago Psicólogo pra ele, tadinho....
Mas o lado bom desta história é que no final eu tirei 10 e fiquei livre da recuperação....

Até-té-té a Próxima, pe-pe-pessoal!!!







Um comentário: