1 de setembro de 2015

#Resenha Inocência


Autor: Visconde de Taunay
Adaptação: Mário Feijó em 2009
Ilustração: José Menezes
Páginas: 82
OBS: A imagem acima não é a foto da versão que eu li.
Antes de passar adiante eu me esqueci de tirar foto

Olá leitores! Confesso que me interessei por esse livro porque sabia que tinha o filme com a Fernanda Torres, que é uma atriz que admiro muito, então corri pra ler o livro pra depois assistir ao filme porque prefiro nessa ordem hahaha


       O livro Inocência conta a estória de uma menina de Mato Grosso que mora com o seu pai em uma casa distante de vizinhanças. Este pai muito receptivo com os viajantes que passavam por alí, encontrou Cirino e o convidou para ficar em sua casa e por ser "uma espécie de médico" poderia ajudar a cuidar de sua filha Inocência.

Cirino logo se apaixona por Inocência mas Seu Pereira já prometeu a mão da filha em casamento a um rapaz chamado Manecão, e como seu Pereira diz:

"O ferro quebra na mão as palavras de um mineiro"



       Até que chegou um alemão com seu escravo e também  foram bem recebidos pelo Seu Pereira, mas quando viu Inocência a elogiou tanto por sua beleza que não só despertou ciúmes em Cirino como a desconfiança em Pereira que só o manteve em sua casa, pois foi um pedido de seu irmão.

 Enquanto o anfitrião da casa vigiava o gringo, Cirino e Inocência achavam que tinham mais privacidade, Depois de um confessar seu amor ao outro, bastava saber como conseguiriam ficar juntos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário