19 de março de 2017

Jogando conversa fora: FALSIDADE PARTE 1




Geeeeeente, já coloquei logo "PARTE 1" porque o quem tem por aí é gente falsa, né?
E eu como era bem trouxa da Silva, tenho é história pra contar hahaha

Mas a que eu vou contar nem foi comigo diretamente, e eu vou mudar os nomes
porque se a carapuça servir aí já não posso fazer mais nada.
Então finge que eu fui viajar para o Ceará(quem dera!).

Então ta...minha família e eu fomos viajar para o "Ceará" e ficamos na casa de um tio meu mas a casa era pequena e começamos achar que o estávamos incomodando.
Meus pais então resolveram perguntar a um primo e sua esposa que moravam por alí perto se poderíamos ficar no apartamento deles enquanto eles iriam pra casa do meu avô naquele feriadão.
Perguntaram prontos para ouvir um não, afinal de contas não é todo mundo que se sente à vontade para fazer uma coisa dessas, não é mesmo?

A esposa do meu primo disse:

-Queeeeeeee isso?! Mas é claro, gente! Sintam-se na casa de vocês!
Eu não sou mesquinha e tem mais...quando a gente morrer fica tudo aí e a gente não leva nada com a gente, então fiquem à vontade!

Então tá ;)  só que resolvemos nem dormir lá, só ir pra jantar já que meu tio da casa pequena comia no trabalho. Então meu pai comprava a comida preparava lá, ficávamos um pouco deixávamos tudo limpo e dormíamos na casa do meu tio mesmo, de dia ficávamos passeando.

Até que uma prima nossa ligou da casa do meu avô e disse pra minha mãe:

-Prima, teve uma briga aqui e a esposa do nosso primo disse "...e tem mais se sua família quebrar um copo, eles vão ter que pagar. "
(entre outras coisas que não vem ao caso mas que deixava claro que não nos queria por lá)

Óbvio que pagaríamos, né gente?
Mas o jeito que ela tinha dito antes "quando a gente moooooorre fica tudo aí" parecia que a gente podia quebrar pratos como os gregos, sabe?


Minha mãe começou a ficar nervosa, falar pro meu pai que era melhor nem ficarmos alí nem no tempinho que ficávamos, o que me deixou bem triste porque era o único lugar que eu conseguia assistir Betty, a feia(tava passando pela primeira vez) hahahaha e então...

PAAAW!

Minha mãe deixou cair o quê? Um copo? Não! Uma jarra!
Geeeeeeente, meu pai não sossegou até encontrar a jarra e
rodou "Ceará" inteiro até achar uma.

Achou.


 UHUUUUUUUUL!

Mas era de outra cor :/
Pronto, tínhamos que dar explicações.

Com a jarra no lugar só voltamos lá pra entregar a chave a eles e falar sobre a jarra que só perceberam depois que meus pais a mencionaram.

Engraçado que achávamos que estávamos incomodando meu tio que realmente não fazia questão de nada e nos deixou à vontade. As vezes quem tem menos é muito mais generoso que o que tem mais.
E lá na casa dos primos, duvido nada que eles tenham mandado até trocar a fechadura.

AI AI AI é cada uma!
E tenho muito mais experiências pra contar.

Até o próximo post!




Nenhum comentário:

Postar um comentário